/ SEO

Análise de SEO: aprenda a fazer você mesmo

Para se posicionar bem no Google você precisar monitorar constantemente seus resultados, e neste artigo vou te ensinar como fazer uma análise de SEO sem depender de nenhuma consultoria.

A Traff desenvolveu uma metodologia que é aplicada em todos projetos, ela é baseada em três pilares:

  • Performance;
  • Conteúdo/Estrutura;
  • Autoridade.

Meu objetivo neste artigo é te explicar como fazemos para traçar o diagnóstico de cada um dos nossos clientes.

Se você ainda não está familiarizado com o termo SEO, leia este artigo antes de começarmos.

Criando processos

Antes de irmos para o guia prático, quero te alertar sobre a importância de criar processos bem estabelecidos com essa práticas. Esse tipo de análise de SEO precisa acontecer periodicamente, assim como a manutenção do seu site/blog.

Aqui na traff nós fazemos questão de fazer uma re-avaliação de todos blogs que cuidamos mensalmente, para checkar pontos de melhoria. Sugiro que você estabeleça essa periodicidade para seus projetos também.

Entendendo a performance do seu site

A performance, infelizmente, é um dos critérios mais negligenciados nos projetos de SEO.

Tempo de carregamento, experiência do usuário, arquitetura da informação e muito mais! Tudo isso pode influenciar no "Índice de Qualidade" da sua página.

Bom, vamos colocar a mão na massa.

Para você entender melhor como está a performance do seu blog, selecione o link de um Blog Post. No meu caso vou analisar esse aqui: http://blog.traff.in/o-que-e-seo

Utilizamos a ferramenta GTMetrix para realizar esse tipo de teste.

Crie uma conta, faça um login e procure essa tela:

E só colar sua URL e se certificar que você está realizando o teste em São Paulo.

Agora é só clicar em Analyze e pronto. Seu relatório sobre a performance do seu site vai estar pronto.

Esse aplicativo é free você pode realizar o teste sempre quando quiser.

Os itens: PageSpeed, YSlow, Waterfall e Timings são os diferentes aspectos que estão impactando na performance do seu site. Sugiro que você olhe junto com os responsáveis pelo desenvolvimento do site e realizem as melhorias.

Pronto, o primeiro passo é entender como está a performance geral do seu site, agora, vamos entender como anda o conteúdo do seu site

Análise de Conteúdo e Estrutura

Agora é hora de analisarmos a estrutura da sua página e se ela está enviando todas informações necessárias para o Google.

Aqui a dinâmica vai ser bem simples, como são vários itens, vou aproveitar de bons conteúdos já publicados para você conseguir fazer todas checagens.

  • Títulos H1 e Sub-títulos H2: para fazer esse teste você pode usar a SeoReviewTools que vai fazer uma checagem completa se a sua página está enviando os títulos certos;
  • Meta-description: a equipe da SeoReviewTools também criou um tester pra esse item, clique aqui para acessar.
  • Formato AMP: você pode utilizar a própria ferramenta do Google para isso, acesse esse site e faça o teste.

Uma outra ferramenta que você pode usar é a extensão do Google SEOQuake, com ela instalada, basta clicar com o botão direito na página que você quer analisar e vai clicar em Diagnóstico, exemplo:

SEOQuake

O diagnóstico gerado pela ferramenta te dá um checklist completo sobre a estrutura da sua página.

Ele levanta vários possíveis erros que podem estar impedindo você de ter melhores resultados de SEO.

Um checklist básico de estrutura é:

• Sitemaps.xmp
• Robots.txt
• Google Analytics
• AMP
• Twitter Card
• Schema.org

Esses itens são essenciais para o Google identificar seu site.

Autoridade

Agora vamos fazer uma análise da autoridade do seu site. Para esse ponto, vamos identificar 2 indicadores basicamente.

  • Page Authorithy;
  • Domain Authority.

Esses são os dois principais fatores em termos de autoridade que podem melhorar seus resultados.

O Page Authorithy é a autoridade que a sua página tem. No caso deste blog post, a página é "trafegoorganico.com.br/analise-de-seo", e este indicador vai ser calculado a partir de alguns fatores, mas os principais são:

  • Links apontando para a página;
  • CTR de cliques;
  • Qualidade da página (Estrutura + Velocidade).

O Domain Authorithy é a autoridade do seu domínio os indicadores deles são parecidos com os de Page Authorithy, mas podemos concluir que é o somatório de links, qualidades das páginas e etc.

Para você analisar quais são os seus PAs e DAs, faça o seguinte:

  • Instale a extensão da Moz
  • Digite no Google site:seudominio.com.br

E você vai começar a ver os links da seguinte forma:

Pronto! Seu PA e DA na sua mão.

Depois de realizar centenas de análises de SEO e trabalhar, nós aqui da traff criamos uma escala simples para você entender como está a sua autoridade.

  • PA de 1 a 5: fraco, acelera seus backlinks;
  • PA de 5 a 10: ta melhorando, conquiste melhores backlinks;
  • PA de 10 a 15: crie uma rede de parceiros para criar mais backlinks;
  • PA de 15 a 25: boa autoridade;
  • PA de 25 a 50: você já está se tornando um mestre jedi no SEO;
  • PA de 50+: parabéns, você é referência para a internet.

Essa é uma jornada complexa, alcançar uma autoridade alta exige muito tempo de produção de conteúdo, qualidade dos conteúdos e constância. E nós também estamos vivendo essa jornada!

A importância da análise de SEO

Como já falamos aqui no blog, o SEO não é só escrita, assim como não é só uma parte técnica. Ele está evoluindo e o Google está cada vez mais apertando o cerco para quem busca soluções simplistas.

Conteúdo, UX, CTR, estrutura, servidor e muito mais. Tudo isso entra nos estudos que levam um site ao topo das buscas orgânicas.

Os processos de análise de SEO, também não podem ser pontuais, precisam ser contínuos.

Constantemente o Google está mudando seus algoritmos e precisamos nos atualizar sobre eles.

Dica final

O Google não vai facilitar sua vida, ele não vai te entregar as melhores práticas de SEO de bandeja, faz parte do jogo.

Vá fundo na busca de bons portais e bons profissionais na área, só assim você vai conseguir se manter atualizado sobre todos processos de análise de SEO.

Até a próxima :)

Análise de SEO: aprenda a fazer você mesmo
Share this