/ Marketing de Conteúdo

Métricas de marketing de conteúdo: um guia prático para entendê-las

Trabalhar da maneira certa com conteúdo pode trazer inúmeros benefícios para o seu negócio, no entanto, se você não for capaz de medir os resultados, não poderá provar que o crescimento nos negócios foi graças ao bom conteúdo produzido. Pensando nisso, preparamos para você um guia completo sobre métricas de marketing de conteúdo.

Uma boa estratégia de marketing de conteúdo colocada em prática pode facilitar a construção de relacionamentos e cultivar um senso de comunidade que incentiva a lealdade inabalável à sua marca.

Pode permitir que você se posicione como um líder de pensamento, uma autoridade dentro da sua área de atuação.

Ela oferece a você a oportunidade de vender sua marca e, simultaneamente, fornecer valor e percepção ao seu público-alvo.

Ser capaz de avaliar sua atividade de marketing de conteúdo, desde a criação até a distribuição, é fundamental para repetir seu sucesso.

Você pode usar métricas de marketing de conteúdo para identificar e abordar problemas e oportunidades na sua estratégia de conteúdo.

Apesar disso, apenas 8% dos profissionais de marketing se consideram muito bem sucedidos em acompanhar o ROI de seu marketing de conteúdo.

Os profissionais de marketing podem achar difícil medir a eficácia do conteúdo, especialmente se houver uma incerteza sobre seu papel dentro de uma estratégia geral de marketing.

A pergunta mais importante que um profissional de marketing de conteúdo pode fazer é: por que estou criando esse conteúdo?

Não se torne muito existencial, mas é importante reconhecer que as métricas de marketing de conteúdo que você mede dependerão inteiramente das metas que você atribuiu ao seu conteúdo.

Você nunca deve criar um conteúdo sem primeiro definir objetivos; eles são intrínsecos para definir seus parâmetros para medição.

O que você está tentando alcançar?

Objetivos típicos de marketing de conteúdo incluem aumentar o conhecimento da marca, geração de leads, retenção de clientes ou upselling.

Seja o que for, nunca esqueça de delinear seus objetivos desde o início.

Vamos agora então às métricas de marketing de conteúdo, que podem ser divididas em: métricas básicas (ou de consumo), métricas de engajamento e métricas de conversão.

Métricas Básicas (ou Métricas de Consumo)

Às vezes, a perspectiva de ter que produzir um relatório de desempenho e a visão de um painel de análise pode desencadear um medo paralisante.

As métricas básicas são aquelas que lidam com o consumo ou quantas pessoas visualizaram ou acessaram seu conteúdo.

Nem todos os profissionais de marketing de conteúdo são mestres de medição, por isso, se você estiver se sentindo sobrecarregado, as métricas básicas são um ponto de partida recomendado.

Eles responderão às suas perguntas mais fundamentais sobre conteúdo e fornecerão uma visão geral do desempenho da sua estratégia.

As principais métricas de consumo incluem:

BLOG

  • Usuários: isso fornece o número total de visitantes exclusivos de uma determinada página do seu site.

  • Visualizações de página: registra o número total de vezes que uma determinada página em seu site — seja uma página de produto ou uma postagem de blog — é visualizada.

  • Visualizações de páginas únicas: essa métrica combina exibições de página geradas pelo mesmo usuário durante a mesma sessão, para que você possa ter uma visão do número de sessões durante as quais essa página foi visualizada.

  • Localização do tráfego: te mostra de onde é o seu público. Ele é mais local ou é nacional? isso pode dar novas informações ao seu processo de criação de conteúdo.

  • Origem/mídia: fornece informações sobre quais canais auxiliam no consumo de seu conteúdo, para que você possa criar conteúdo para complementar esses canais.

  • Dispositivos móveis: quantos usuários estão consumindo seu conteúdo em dispositivos móveis? Isso determinará se você deve ou não se concentrar em conteúdo de formato longo ou em formatos fáceis de visualizar no celular, como infográficos ou vídeos.

EMAIL

  • Taxas de abertura: aquilo que fica escrito no assunto de e-mail faz toda a diferença! Não esqueça de fazer um teste A/B para aumentar a probabilidade de uma alta taxa de abertura.
  • Cliques: quantos cliques seus e-mails adquirem e para onde eles vão? Isso é especialmente útil se a sua newsletter contiver links para diferentes postagens do blog, para que você possa verificar quais postagens são mais atraentes para seus inscritos.

Métricas de engajamento

As métricas de consumo, conforme estabelecemos, podem fornecer uma introdução incrivelmente abrangente para medir a eficácia do conteúdo.

Pode ser tentador limitar a sua medição ao consumo de conteúdo, mas se você aprofundar um pouco mais, poderá obter uma compreensão muito mais detalhada de como seu público está interagindo com seu conteúdo e por quanto tempo ele está prestando atenção nele.

As métricas de engajamento são essenciais para promover um relacionamento e um senso de lealdade de seu público.

As principais métricas de engajamento incluem:

BLOG

  • Tempo médio na página: se o tempo médio gasto em uma postagem no blog for de dois minutos e a outra de seis minutos, isso fornecerá um forte indicador do tipo de conteúdo com o qual o público mais se envolve.
  • Páginas/Sessão: o número total de páginas que um usuário visita enquanto navega no seu site. Esse é um bom indicador do quanto eles estão envolvidos com seu conteúdo.
  • Novos visitantes vs. Visitante antigos: essa é bem óbvia né? Refere-se ao número de novos visitantes no seu website em comparação com o número de visitantes recorrentes. Ele pode ajudar você a descobrir quantas pessoas estão interagindo com seu conteúdo pela primeira vez ou regularmente!

MÍDIA SOCIAL

  • Compartilhamentos: engloba qualquer métrica de compartilhamento social específica do canal que você está.
  • Comentários: é preciso mais esforço para um leitor postar um comentário em uma postagem de blog do que para que ele curta uma publicação no Facebook. Portanto, isso geralmente é um indicador de quão comprometida é sua comunidade. Para o Twitter, isso pode incluir Menções e Tweets com links para você.

EMAIL

  • Crescimento de assinantes: o crescimento de assinantes na sua newsletter oferece uma visão dos usuários que optaram ativamente por receber seu conteúdo de email.
  • Cancelar inscrição: foi algo que você disse? Provavelmente. Embora não seja desejável, as descadastrações ainda são representativas de como seu público está envolvido com seu conteúdo.

Métricas de conversão

De acordo com o Content Marketing Institute, as vendas, a geração de leads e a liderança estão entre as principais metas organizacionais para os profissionais de marketing de conteúdo.

Por isso, é essencial incorporar métricas de marketing de conteúdo que acompanhem o ROI da sua estratégia em seus relatórios.

As principais métricas de conversão incluem:

BLOG

  • Leads gerados: para fins de geração de leads, você pode considerar inscrição em newsletter, download de e-book ou preenchimento de formulário de contato e acompanhar o número total de conversões de acordo.
  • Leads gerados em conteúdos específicos: para conteúdos bloqueados, como e-books e whitepapers, o número de formulários de contato preenchidos é uma maneira muito fácil de determinar quantos leads foram gerados por um conteúdo específico.
  • Taxa de conversão em cada etapa de qualificação: é possível dividir seu público em: visitantes, leads, leads qualificados, oportunidades de venda e clientes. É importante medir a taxa de cada mudança de estágio também. Por exemplo, quantos dos seus visitantes se tornam leads? Quando leads se tornam leads qualificados? E assim por diante.

MÍDIA SOCIAL

  • Taxa de conversão em mídia paga: ao utilizar mídia paga para aumentar o alcance dos seus conteúdos é importante também medir sua taxa de conversão. O acompanhamento de conversões no Facebook, por exemplo, pode ajudar você a medir o ROI do conteúdo promovido, informando sobre as ações que os usuários realizam depois que esse conteúdo promovido é visualizado.

EMAIL

  • Assinaturas de blogs/newsletters: o número de assinaturas na newsletters ou de inscrições no blog ajuda você a estabelecer um insight sobre os leads gerados como resultado direto do desejo de interagir com seu conteúdo.

Se você leu até o fim de um conteúdo sobre métricas de marketing de conteúdo, é porque tem interesse em criar conteúdos cada vez melhores. Baixe nosso e-book gratuitamente:

e-book-1

Métricas de marketing de conteúdo: um guia prático para entendê-las
Share this